Scripts do Google Ads (Adwords Script): Como Acessar e Criar as Primeiras Instruções

Scripts do Google Ads (Adwords Script): Como Acessar e Criar as Primeiras Instruções

Por Danilo Mazuquin

especialista em Midias de Busca

Publicado em 05 de Abril de 2019 ás 23:43 | Atualizado em 12 de Abril de 2019 ás 22:39

Na última postagem sobre este tema expliquei o que são Scripts do Google Ads e como eles podem potencializar os resultados de nossas campanhas. Caso você ainda não tenha lido e não saiba exatamente o que é e para o que servem os scripts do Google Ads, então recomendo que antes de prosseguir, leia a matéria Você Sabe o Que São Scripts do Google Ads (Adwords Script) e Como Eles Podem Potencializar Suas Campanhas?

Como Faço Para Usar os Scripts do Google Ads?

Dentro da dashboard do Google Ads, você irá observar que ao lado direito superior existe um ícone de uma chave de boca, escrito embaixo Ferramentas, clicaremos nesta, então abrirão algumas guias, estas são: Planejamento, Biblioteca Compartilhada, Ações em Massa, Avaliação e Configuração. Dentro da guia Ações em Massa temos a opção Scripts, conforme ilustro na imagem abaixo:

Clicaremos em Scripts e então nos será apresentada a tela inicial para que possamos criar nossos scrips no Google Ads.

Conhecendo o Layout Para Criação de Scripts no Google Ads (AdWords Script):

Imaginando que dentro de sua conta você ainda não tenha criado nenhum script, então a tela que lhe será apresentada é conforme eu disponho abaixo:

Neste ambiente apresentado acima podemos observar que ao lado esquerdo (cinza), temos a guia de operações em massa e logo abaixo o que é possível ser feito em massa, como regras automatizadas, scripts e uploads. Também temos as guias de script e histórico de scripts, na guia script teremos as informações de nome do script, quem criou o script, frequência que o script irá rodar, informações da última edição no script, status do script (se está ativo ou não) e ações.

A guia de histórico de scripts mostrará basicamente informações do script, assim como a guia de scripts, com um adendo, nesta conseguiremos visualizar os resultados após o script rodar.

Para que possamos iniciar a criação do nosso script, clicaremos no botão azul com o sinal de adição em branco, pós clicarmos no botão de novo script, será apresentada a tela, conforme destaco abaixo:

No ambiente que podemos visualizar acima, é importante destacar que para um script rodar e fazer algum tipo de alteração em nossa conta, necessariamente ele deve ser autorizado caso seja o primeiro script que estejamos criando na conta. Desta forma iremos clicar no botão Autorizar; logo após clicar aparecerá uma janela suspensa solicitando que confirme seu e-mail, ao clicar em confirmar, então virá apenas mais uma tela de aceitar e pronto, você já terá autorizado o script a fazer alterações em sua conta.

Entendendo a Estrutura e Criando a Primeira Instrução:

A estrutura base utilizada pelos Scripts do Google Ads baseiam-se em programação orientada a objetos, então é importante que eu cite algumas terminologias para que você esteja habituado e entenda o que é, assim como para o que servem:

  • Classe:

A classe define sobre o que estamos "falando", as classes irão conter objetos que sejam coesos uns com os outros.

  • Objeto:

Um objeto é algo definido por uma classe e este possui métodos e atributos.

  • Método:

Método nada mais é do que uma ação realizada por um objeto.

  • Atributo:

Atributos são características que um objeto possui.

Calma! Minha intensão não é falar sobre programação, contudo como os scripts no Google Ads utilizam uma estrutura orientada a objetos é importante que tenhamos uma mínima compreensão do que são os itens acima, quero então lhe explicar de forma aplicada ao nosso cotidiano o que são os 4 elementos da linguagem orientada a objetos (Classe, Objeto, Método e Atributo):

Imagine uma pessoa que se chama Carlos, tem olhos verdes e ama correr. Bom, através desta frase conseguimos explicar cada elemento, vejamos: A classe é pessoa (ser humano), o objeto é o Carlos, o método é correr e o atributo são seus olhos verdes.

Vamos a um exemplo destes 4 elementos da linguagem orientada a objetos aplicados aos scripts do Google Ads. Imagine que nós precisemos de selecionar todas as palavras chave de um grupo de anúncios e exibir seu CPC, desta forma então teremos que:

Utilizar a classe AdsApp, seu objeto Keyword (para selecionar as palavras chave), seu método getText() (pegar as palavras chave) e o CPC é o atributo que estaremos exibindo.

A teoria é mais complexa do que a prática, vamos aos poucos e você verá que é tudo muito simples. A instrução inicial que você visualizará sempre que abrir um novo script do Google Ads será a disposta abaixo:

function main() { }

Nesta instrução inicial disposta acima, temos uma função principal - function main() todas as funções serão finalizadas com parênteses (). Entre as chaves { } ficarão as instruções que daremos ao Google Ads.

Criando a Primeira Instrução e Mostrando o Resultado:

A instrução inicial para todo script do Google Ads que criarmos nós já visualizamos anteriormente, ela é estruturada por uma função principal function main() { }, iremos agora apenas visualizar qual comportamento do Google Ads ao colocar esta função para funcionar. Ao lado direito inferior você observará que temos os botões Fechar, Executar, Salvar e Visualizar, conforme imagem abaixo:

Nota importante: Nunca clique em executar antes de visualizar quais impactos realmente seu script fará em sua campanha, grupo de anúncios, palavra chave ou anúncio, pois ao clicar em executar, o script fará as alterações que você deu como instrução e se alguma estiver incorreta já terá sido realizada, então sempre visualize, se tudo estiver conforme você deseja, então execute e salve.

Clicaremos em Visualizar e na tela de depuração aparecerá o resultado, abaixo eu mostro o que apareceu a mim e provavelmente também apareceu para você:

Como a instrução que executamos não pede para o Google Ads exibir ou fazer alguma "coisa", logo a mensagem que é exibida para nós é de sem alterações, contudo vamos fazer uma rápida instrução que mostrará uma mensagem na tela, esta poderá ser visualizada através da guia registros, vejamos:

function main() - Estamos iniciando a instrução principal

{ - Abrimos chave para dispor nossas instruções

Logger.log("Meu primeiro script"); - A função Logger.log() exibe uma mensagem na tela, neste caso exibirá Meu primeiro script.

} - Aqui fechamos chave e então indicamos para o Google Ads que a instrução finalizou

Vamos clicar em Visualizar, ir até a guia Registros e verificar se algo foi exibido. Na imagem abaixo mostro como foi exibido a mim:

Uma mensagem com a instrução que passamos ao Google Ads foi exibida. A nível de otimização de campanha, até então nada relevante, contudo este é o início para que você possa aprender a trabalhar com os Scripts do Google Ads.

Feedback Final:

Espero que você tenha gostado até então dos Scripts do Google Ads e também da forma como foi explicado acima. Lhe convido a continuar acessando o blog e brevemente daremos continuidade, com a terceira postagem sobre Scripts do Google Ads, hoje você aprendeu a identificar elementos no layout, estrutura básica de instrução e o primeiro comando.

Em nosso próximo encontro iremos aprender instruções para visualizar as palavras chave, inserir condições dentro de uma instrução e também criar scripts para tomada de decisão em massa.

Qualquer dúvida ou sugestão comente logo abaixo, será um prazer conversar com você.

Forte Abraço!

Leia Agora: Scripts do Google Ads (Adwords Script) - Conceituando e Criando Instruções Básicas

Consuma Mais Conteúdo de Marketing Digital


Como Anunciar no Google?

Qual a Importância de um Negócio Utilizar o Instagram? O Meu Precisa?

Respondemos as Principais Dúvidas Sobre Google Ads

Quer ter o mesmo resultado que o nosso blog?
Comece a criar conteúdo com a Mazukim Agora!

Quero Fazer uma Avaliação!