Entenda como funciona o tráfego pago

Entenda como funciona o tráfego pago

Por Luiza Matos

especialista em Design

Publicado em 29 de Dezembro de 2021 às 11:59

Muito provavelmente, você já ouviu falar sobre tráfego pago, mas você sabe o que isso significa? Se a resposta for negativa, fica aqui comigo que hoje nós vamos te explicar tudo sobre essa métrica de investimento.

Independente de ser um empreendedor experiente ou um novato, se você está pensando em fazer seu negócio crescer e se tornar conhecido dentro do mundo digital, você precisa entender como funciona o tráfego pago. Isso porque, esse é um importante aliado para toda empresa que deseja aumentar as visitas no próprio site.

Quer entender melhor como funciona esse recurso? Continue lendo esse artigo, aqui vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

O que é tráfego pago?

Tráfego pago se refere ao movimento de usuários que são direcionados até um site, loja ou página por meio de anúncios publicitários em plataformas específicas. Ao contrário do tráfego orgânico, que não necessita especificamente de investimento, o tráfego pago depende de recursos monetários para entrar no ar.

Atualmente, a ferramenta de tráfego pago mais conhecida e utilizada é o Google Ads. Nela, você pode criar anúncios dentro da rede de busca do Google, além de outras redes do Google, a fim de atrair movimento de usuários até o seu site.

Dessa forma, todas as páginas presentes nos resultados do Google, identificadas com a tag “Anúncio”, serão publicadas através do Google Ads. Uma vez que o usuário pesquise pela palavra-chave atrelada àquele anúncio, ele aparecerá em sua tela, isto pensando na rede de pesquisa, assim como poderá aparecer banners, vídeos, em outras redes do Google, como por exemplo no gmail e no youtube.

Porém, para ter um anúncio online dentro do Google Ads é importante ficar sempre de olho em sua carteira dentro da plataforma. Isso porque, uma vez que não haja dinheiro para investimento, o anúncio sai do ar.

Como funciona o tráfego pago?

Para entender como funciona o tráfego e como esse recurso irá impactar seu negócio, é necessário entender primeiro alguns conceitos técnicos do assunto.

Dentro do Google Ads, existem dois tipos de métodos de pagamento para que os anúncios passem a ser exibidos dentro da rede de busca da empresa e possam gerar tráfego para o seu site:

  • CPC (custo por clique);

  • CPM (custo por mil impressões);

  • CPV (custo por visualização);

  • CPA (custo por aquisição);

  • CPI (custo por instalação).

Assim como explicamos em nosso artigo com estratégias para melhorar seu índice de qualidade dentro do Google Ads, essa plataforma funciona através do sistema de leilões, que classifica os melhores anúncios para aparecer em determinadas buscas. A posição dos anúncios irá mudar dependendo do lance dado dentro da plataforma. Por isso, é preciso escolher algum desses métodos de pagamento para participar dos leilões.

Agora você pode estar se perguntando, mas qual a diferença entre esses dois métodos?

O CPC (custo por clique) é mais indicado para quem busca levar tráfego real para dentro de suas páginas, já que você vai pagar apenas pelos cliques que seu anúncio receber. Já o CPM (custo por mil impressões) é mais indicado para quem deseja ter maior visibilidade, onde o foco é que o anúncio apareça mais vezes, assim como o CPV, já o CPI é para aplicativos, refere-se a pagarmos apenas quando o usuário instalar o app e por fim o CPA, pagamos apenas quando uma aquisição do usuário acontecer, como quando ele comprar ou pedir mais informações para você..

Depois de definido o método de cobrança, basta criar o seu anúncio e configurá-lo de forma com que ele seja exibido para o seu público de interesse.

Quer entender melhor como atingir o público certo com os seus anúncios? Confira nosso artigo com 4 dicas que garantem tráfego relevante no Google Ads.

Vale a pena investir em tráfego pago?

Depois que você entendeu o que é o tráfego pago e como ele funciona, chegou o momento de discutir se ele vale a pena ou não. O primeiro questionamento que precisa ser feito para responder essa questão é: qual a sua intenção com os anúncios, gerar resultados imediatos ou duradouros?

Embora seja bastante efetivo e uma importante estratégia, o tráfego orgânico leva tempo para se consolidar. Criar uma boa estratégia de SEO (otimização para mecanismos de busca), por exemplo, demanda tempo e muito estudo.

O tráfego orgânico exige conhecimento técnico e lapidação do público alvo. Porém, seu resultado é bastante duradouro, levando em conta que não existe a necessidade de estar continuamente pagando anúncios para que haja movimento dentro da página.

Já o tráfego pago possui a vantagem de gerar resultados imediatos e para campanhas mais simples, não há necessidade de um conhecimento técnico tão avançado. Basicamente, tudo o que você precisará estudar é o funcionamento da plataforma de anúncio.

Por isso, na hora de optar entre o tráfego pago ou orgânico, você precisa refletir sobre algumas situações, como:

  • Tempo para estudar sobre SEO e produzir conteúdos;

  • Disponibilidade de uma equipe especializada em marketing de conteúdo;

  • Dificuldade em trazer tráfego para um site criado a pouco tempo;

  • Intenção de criar um site e ter a certeza de conquistar visibilidade.

Outra vantagem do tráfego pago é o aumento da taxa de conversão, que resulta não apenas na melhora do tráfego do site, mas também em sua reputação online.

Vale ressaltar também, que não é preciso um grande orçamento para começar a investir dentro do Google Ads, com apenas R$10,00 por dia você já pode começar a rodar anúncios.

Conclusão

Depois de ler esse artigo, você pôde entender como funciona melhor o tráfego pago e em quais situações essa estratégia é mais efetiva. Um ponto importante de se lembrar é que cada plataforma funciona de uma maneira, anunciar no Facebook é muito diferente de anunciar no Linkedin, por exemplo.

Então, o melhor que você pode fazer é estudar muito sobre o assunto. Procure entender quem é o seu público alvo e qual a mensagem que você deseja transmitir. Quanto maior o seu conhecimento na área, mais efetivos serão seus anúncios.

Quer aprender mais sobre Google Ads, tráfego pago e orgânico ou ficou com alguma dúvida? Nós podemos te ajudar!

Siga o Instagram da Mazukim

Curta nossa página no Facebook

Conecte-se com nosso Linkedin

Siga o Tiktok da Mazukim

Inscreva-se no nosso canal do Youtube

Consuma Mais Conteúdo de Marketing Digital


Minha Loja Virtual Não Vende. O Quê Devo Fazer?

Coronavírus: Como o Coronavírus pode Influenciar o Marketing do Meu Negócio?

Correspondência de Palavra Chave no Google: Entenda Como Funciona e Sua Importância!

Quer ter o mesmo resultado que o nosso blog?
Comece a criar conteúdo com a Mazukim Agora!

Quero Fazer uma Avaliação!